10 dicas para quem vai viajar sozinho pela primeira vez

10 dicas para quem vai viajar sozinho pela primeira vez

Vai viajar sozinho pela primeira vez? Conheça algumas dicas para aproveitar essa experiência ao máximo.

Banner 728x90 Banner 300x100

Para algumas pessoas, viajar sozinho pode ser um pouco assustador. Em contrapartida, há quem goste (e muito) desse tipo de experiência, já que o viajante tem total autonomia e liberdade para planejar seu cronograma e outros detalhes da viagem.

Para quem vai ou pretende fazer isso pela primeira vez, é interessante seguir algumas dicas que podem deixar sua experiência ainda melhor. Buscar conhecer o local, comprar as passagens com antecedência e escolher uma boa hospedagem são algumas delas.

Vai fazer sua primeira viagem desacompanhado? Confira 10 dicas para viajar sozinho e ter uma ótima experiência.

Como viajar sozinho?

Embarcar em uma viagem sozinho pode ser uma aventura e tanto. Pensar com cuidado no destino, avaliar bem a hospedagem e contratar um seguro viagem são algumas ações que podem te ajudar a ter uma boa primeira experiência. Assim, você estará mais preparado para as próximas vezes.

1. Pesquise sobre o destino

Antes mesmo de comprar sua passagem aérea, é fundamental que você pesquise sobre o destino e procure conhecer as principais informações que os viajantes devem saber. Busque saber sobre o clima e temperatura do local, como é a culinária, como as pessoas locais se comportam, qual o idioma predominante e qual a moeda local.

Principalmente para quem vai viajar sozinho pela primeira vez, escolher um destino mais fácil, com um idioma já conhecido e que seja seguro é uma boa opção.

Assim, pesquise sobre os pontos turísticos, como é a segurança no local, que tipos de programação você poderá participar e a que custo, entre outras informações importantes.

2. Compre as passagens aéreas antecipadamente

Após escolher o destino e pesquisar sobre ele, compre sua passagem aérea. Para encontrar valores mais baixos, busque as passagens alguns meses antes da viagem.

Vale a pena, também, procurar em sites que reúnem bilhetes promocionais e mais baratos, assim como naqueles que comparam os valores de diferentes companhias aéreas.

Além disso, caso você tenha milhas, veja se é possível trocá-las pelas passagens.

Se você não conseguir fazer a compra antecipadamente por alguma razão, uma boa opção é acompanhar as companhias aéreas em busca de promoções de última hora. Você pode fazer isso se inscrevendo em newsletters ou seguindo as empresas nas redes sociais.

3. Escolha uma boa hospedagem

Existem vários fatores para considerar na escolha da hospedagem. Se você procura uma viagem para conhecer pessoas novas, ficar em um hostel é uma boa alternativa. Já se preferir algo mais privado, busque por hotéis ou pousadas.

Saiba sobre a localização da hospedagem com relação aos pontos turísticos ou outros locais do destino, e confira as avaliações de quem já se hospedou no lugar. Assim, você evita possíveis aborrecimentos e pode ter uma viagem mais tranquila.

4. Saiba o idioma local

Vai viajar sozinho para o exterior? Mesmo que você não seja fluente na língua do destino, é interessante saber ao menos o básico. Saiba qual a língua mais falada na cidade e pratique antes de ir viajar.

Vale a pena, ainda, levar um dicionário ou manual consigo para servir de ajuda em alguns momentos.

5. Avise familiares e amigos sobre sua viagem

Esta dica é fundamental para que você tenha mais segurança na sua viagem. Uma vez que você irá sozinho, deixe familiares e amigos cientes sobre alguns detalhes da sua viagem, como destino, hospedagem e horários de embarque.

Tente manter contato com alguém de sua confiança. E, por mais que você esteja em uma viagem a lazer, procure ficar atento ao seu telefone e às notícias que chegarem.

6. Procure levar pouca bagagem

Quanto mais bagagem você tiver, mais difícil será o seu acesso nos aeroportos e outros locais necessários. Como você estará sozinho, toda a responsabilidade de carregar as malas será sua. Portanto, pense em como você fará para levar tudo.

Dependendo do seu destino e da sua hospedagem, é possível levar poucas coisas em uma bagagem de mão. Assim, mesmo que você tenha que ir para algum lugar que não seja o aeroporto com a sua mala, você não terá tanto desconforto em se locomover.

Além disso, lembre-se que, infelizmente, o extravio de bagagem é um problema que pode acontecer. Por isso, procure não levar muitas coisas de valor e, novamente, priorize a bagagem de mão.

7. Não esqueça os documentos necessários

Outra dica valiosa para quem vai viajar sozinho é separar todos os documentos necessários para a viagem. Em uma viagem nacional, leve um documento de identidade, carteira de vacinação (a depender do destino), a apólice do seguro viagem (se houver), carteirinha do convênio médico (em caso de assistência com abrangência nacional), entre outros.

Algumas vezes, até mesmo o título de eleitor é preciso. Caso sua viagem seja em período de eleição, o documento é importante para justificar a falta do voto.

Já em viagens internacionais, a lista é maior. Separe seu passaporte (exceto para países do Mercosul), RG, visto, Permissão Internacional para Dirigir, Certificado Internacional de Vacinação e a apólice do seguro viagem.

Considere levar também o comprovante da hospedagem, a passagem de volta e o dinheiro reservado para a viagem, já que podem ser solicitados na imigração.

8. Confira sua carteira

Você provavelmente já levará dinheiro para gastar na viagem, principalmente em destinos internacionais. Apesar disso, é interessante que você possua um modo reserva para fazer os pagamentos, como um cartão de crédito internacional.

Sendo assim, certifique-se de levar todo o dinheiro que você precisará e também o modo de pagamento reserva. Se puder, leve uma quantia maior do que você pretende gastar, para não sofrer tanto com possíveis imprevistos.

9. Se comunique com os locais

Por mais que você tenha optado por viajar sozinho, não precisa passar todo esse período só com você mesmo. Ao conversar com as pessoas que moram no seu destino escolhido, você terá várias perspectivas do local – além da sua própria – e conhecerá mais o ambiente.

Em viagens internacionais, a comunicação também pode ser uma excelente maneira de colocar em prática a sua língua estrangeira, além de ser uma oportunidade para conhecer novas pessoas e criar novas amizades.

10. Faça passeios em grupo

Por fim, fazer passeios em grupo é mais uma dica que pode te ajudar a conhecer lugares mais desertos ou mais distantes. Dependendo do seu destino, é possível aproveitar um tour guiado e ainda conhecer outras pessoas que estão em uma experiência semelhante à sua.

Além disso, esses tours normalmente situam muito bem o turista, já que falam informações interessantes sobre determinados locais e pontos.

Outra razão para ter esse tipo de passeio é a segurança. Andando em grupo, você tem muito mais segurança do que sozinho.

Bônus: contrate um seguro viagem

A dica bônus que é válida tanto para quem vai viajar sozinho quanto para viagens a dois ou em grupo é a contratação de um seguro viagem. Essa proteção funciona como um seguro saúde durante a estada e pode ser muito útil em certas situações.

Especialmente em viagens internacionais, a contratação é altamente recomendável, uma vez que nem todos os países oferecem tratamento de saúde gratuito para estrangeiros. Além disso, há países em que o seguro viagem é obrigatório, como Alemanha, Espanha, França e outros países da Europa.

Já em viagens nacionais, o seguro não é tão essencial, mas pode fazer a diferença para o viajante que não possui convênio médico com abrangência nacional.

Vale a pena viajar sozinho?

Fazer uma viagem sozinho pode valer muito a pena para quem busca novas experiências e gosta de conhecer novos lugares e pessoas. Ao fazer uma viagem sem acompanhantes, você tem a liberdade para escolher os horários, a melhor hospedagem, os pontos a serem visitados, entre outros fatores.

Além de poder fazer tudo no seu próprio ritmo, você também tem a oportunidade de conhecer novas pessoas, fazer novas amizades, e ainda aproveitar um tempo especial consigo mesmo.

Outra vantagem é a independência, ao mesmo tempo em que é preciso criatividade para resolver os problemas sozinho. Assim, pode ser um bom período para aprender coisas novas e desenvolver habilidades.

Atraso ou cancelamento de voo? Fale com a Voe Tranquilo!

Imprevistos sempre podem acontecer, e os problemas com voos fazem parte. Ter um voo atrasado ou cancelado pode atrapalhar sua viagem, assim como um extravio de bagagem, embarque negado por overbooking ou a perda de conexão.

Em todas essas situações, o passageiro afetado é protegido por alguns direitos estabelecidos pela ANAC, a Agência Nacional de Aviação Civil. Caso esses direitos não sejam respeitados, entre em contato com a Voe Tranquilo!

Somos uma empresa especializada em auxiliar o passageiro que teve ou está com problemas com seu voo, deixando-o ciente sobre todos os seus direitos nessas situações.

Preencha o nosso formulário e tenha uma avaliação gratuita do seu caso! Dependendo da sua situação, você pode ter direito a uma indenização.

Para saber mais sobre como podemos te ajudar, entre em contato conosco pelo WhatsApp, (11) 96060-4053 (clique aqui para abrir a conversa), ou envie um e-mail para [email protected]

Veja também!

10 dicas para a sua primeira viagem de avião

Autorização de viagem para menor: saiba tudo aqui!

Importante!

Esse texto tem caráter informativo e busca orientar consumidores sobre seus direitos. Somente um advogado é capaz de oferecer atendimento jurídico.

Caso seja necessária alguma retificação desse conteúdo, por favor, entre em contato pelo e-mail [email protected]

Compartilhar

Compartilhar pelo WhatsApp Compartilhar pelo Facebook mail_outline