10 dicas para a sua primeira viagem de avião

10 dicas para a sua primeira viagem de avião

Vai fazer sua primeira viagem de avião em breve? Tem dúvidas sobre os procedimentos necessários? Confira 10 dicas para a sua primeira experiência!

Banner 728x90 Banner 300x100

Vai fazer a sua primeira viagem de avião? Que legal! Neste tipo de viagem, normalmente tudo é mais simples do que você pensa, mesmo com alguns procedimentos para serem seguidos.

Além disso, você sabia que o avião é considerado o tipo de transporte mais seguro do mundo? De acordo com os dados da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA, sua sigla em inglês), a cada um milhão de aviões que decolam, menos de dois (1,6) apresentam problemas no percurso.

Para te ajudar a ter uma boa experiência, separamos 10 dicas importantes para você viajar de avião pela primeira vez e seguir todos os procedimentos necessários com sucesso. Aproveite!

1. Compre suas passagens antecipadamente

Quando é decidido que se fará uma viagem de avião, o mais indicado é comprar as passagens antecipadamente, se isso for possível. Essa dica é essencial, pois uma compra antecipada pode garantir uma boa economia.

Existem diversos sites que comparam os valores praticados pelas companhias aéreas em cada trecho. Acessá-los antes de fechar a compra da sua passagem pode gerar uma economia ainda maior.

O processo de compra de passagens online é muito simples. Basta acessar um dos sites que comercializam as passagens – pode ser o site da companhia aérea ou de agências de viagens -, fazer um cadastro simples e indicar qual o voo você deseja de acordo com a origem, destino, data e quantidade de passageiros.

As formas de pagamento mais aceitas são o cartão de crédito, de débito, transferência ou depósito bancário e boleto bancário. Porém, há empresas que aceitam outras formas, como o pagamento por carteiras digitais.

Após o pagamento, a passagem será confirmada e enviada no e-mail cadastrado. O e-mail enviado terá um código de reserva, que deverá ser apresentado no dia do embarque.

Para evitar transtornos, é recomendado que você leve esse código impresso.

Problemas com voo ou bagagem? Você pode ter direito a uma compensação!

A Voe Tranquilo atua buscando acordos administrativos direto com as companhias aéreas. Verifique se o seu caso dá direito a uma compensação clicando aqui.

2. Saiba quais são os documentos necessários para a sua primeira viagem de avião

Para conseguir embarcar, é necessário que você apresente alguns documentos. Isso acontece para a sua própria segurança e também para confirmar a sua identidade.

Em voos nacionais, é exigido um documento de identificação com foto. Para isso, você pode apresentar os seguintes documentos:

  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH), tanto no modelo físico como no modelo eletrônico;
  • Carteira de Identidade (RG);
  • Carteira profissional (OAB, CRC, CRM, entre outras);
  • Cartões de Identidade expedidos pelos ministérios e órgão federais;
  • Carteira de Trabalho da Previdência Social;
  • Passaporte nacional;
  • e-Título com foto.

Para voos internacionais, além do documento de identificação, será preciso apresentar alguns documentos específicos, a depender do seu destino, como:

  • Visto de turista ou de trânsito (inclusive para casos de voo com escala ou conexão);
  • Passaporte;
  • Certificado de vacinação do país de destino.

Ter fácil acesso a estes documentos no momento do embarque garante agilidade e mais segurança para o passageiro. O indicado é levá-los em uma bolsa ou carteira separados.

Além disso, estes documentos não são necessários só na sua primeira viagem de avião, mas sim em todas as demais viagens desse tipo.

3. Respeite o horário de chegada ao aeroporto

Para viagens de avião, é sempre recomendado chegar ao aeroporto com uma certa antecedência. Respeitar o horário indicado é importante para que você possa fazer todos os procedimentos necessários com tempo, sem correr o risco de perder o voo.

A indicação da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) é que, em voos nacionais, se chegue ao aeroporto com, pelo menos, uma hora de antecedência do horário de embarque. Já para voos internacionais, o recomendado é chegar, no mínimo, duas horas antes do embarque.

Essa recomendação existe para que os passageiros encontrem seus portões de embarque, façam o check-in, despachem as malas – se for o caso – e evitem transtornos de última hora.

É importante lembrar que, em caso de atraso e perda do voo, é possível reagendar as passagens, mas as empresas aéreas cobram taxas para isso, o que pode acabar inviabilizando a ação.

4. Entenda as diferenças entre bagagem despachada e bagagem de mão

Quem viaja pela primeira vez de avião precisa estar atento às políticas de bagagens de cada companhia aérea. Atualmente, existem dois tipos de bagagem: a bagagem despachada e a bagagem de mão.

A bagagem despachada é aquela que é transportada no porão do avião e que deve ser despachada no momento do embarque. O passageiro que quiser levar este tipo de bagagem terá que pagar um custo extra ou uma tarifa maior pela passagem aérea, de acordo com cada companhia. O peso máximo permitido da mala é de 23 quilos.

Já a bagagem de mão é aquela que é permitida levar dentro do avião, junto com o passageiro. As companhias aéreas normalmente permitem que os seus clientes viajem com, pelo menos, uma bolsa de mão e um item pessoal, sem taxas adicionais. Já para viajar com mais de uma mala de mão, é cobrada uma tarifa. O peso máximo deste tipo de bagagem é de 10 quilos.

É importante que o passageiro verifique todos as especificações sobre as malas que podem ser levadas. Além do peso máximo permitido, as companhias aéreas também determinam quais são as medidas permitidas, tudo para que as bolsas caibam nos compartimentos específicos, que ficam acima dos assentos.

Portanto, antes de organizar os seus pertences para a sua primeira viagem de avião, não deixe de acessar o site da empresa aérea em que você escolheu voar e verificar quais são as dimensões e peso permitidos. Isso evita que você tenha problemas com a bagagem no momento do embarque.

Problemas com voo ou bagagem? Você pode ter direito a uma compensação!

A Voe Tranquilo atua buscando acordos administrativos direto com as companhias aéreas. Verifique se o seu caso dá direito a uma compensação clicando aqui.

5. O que é check-in?

O check-in é uma das principais etapas em um voo. Ele é obrigatório para qualquer viagem de avião e serve para confirmar que o passageiro irá viajar no voo escolhido.

Ele consiste na apresentação de documentos do passageiro e também pode ser útil para marcar os assentos no avião e comprar franquia de bagagem despachada, se necessário. 

Os documentos que devem ser apresentados variam conforme o tipo de viagem. Em voos nacionais, só é preciso apresentar um documento oficial com foto, que pode ser RG, CNH, carteira profissional, entre outros. Já em voos internacionais, é exigido o passaporte. Dependendo do destino, vistos e o certificado de vacinação também podem ser solicitados.

Hoje em dia, já é possível fazer check-in antecipadamente pela internet e pelos aplicativos das companhias aéreas. Isso garante maior agilidade e comodidade para o passageiro, principalmente quando o aeroporto está com um fluxo maior de pessoas.

Além disso, nos aeroportos também existem totens que permitem que o passageiro faça um “auto check-in”, sem precisar falar com um atendente.

Quando há bagagem para despachar, o passageiro pode fazer o check-in presencialmente no aeroporto e, na mesma hora, despachar as suas malas, sem precisar entrar em uma nova fila. Ou, também, ele pode fazer o check-in online e, quando chegar ao aeroporto, entrar numa fila exclusiva para despachar suas bagagens. Como o check-in já estará feito, o andamento da fila é mais rápido do que o da primeira opção.

6. As etapas do embarque

Após o check-in, você já poderá se encaminhar para o embarque. O primeiro passo é identificar o portão de embarque, já que é por ele que você entrará no avião para fazer a viagem. Você pode conseguir essa informação olhando para os vários painéis espalhados pelo aeroporto.

Localizado o portão, será possível ficar em uma área reservada até que seja permitido o embarque na aeronave. Neste área reservada, somente poderão ficar as pessoas que irão viajar.

No momento do embarque, todos os passageiros terão que passar por um detector de metais. Nesta hora, é possível que você tenha que abrir a sua bagagem de mão para que ela seja revistada. Se isso acontecer, mantenha a calma. Se você não estiver levando nada que esteja fora do que é permitido levar, dificilmente você terá problemas.

O embarque na aeronave é feita pela ordem dos assentos. Portanto, respeite essa organização e saiba quando você será chamado.

7. Dicas para o seu primeiro voo

Já dentro da aeronave, há algumas dicas que devem ser seguidas para melhorar a sua primeira experiência.

Se você estiver com uma bagagem de mão, procure retirar os objetos que serão usados durante o voo (fones de ouvido, livros, leitores de ebook, entre outros). Feito isso, ela deverá permanecer em seu compartimento adequado, acima dos assentos.

Por meio do sistema de som, haverá a comunicação para que você coloque os cintos de segurança para a decolagem da aeronave. Durante o voo, você poderá se levantar para ir ao banheiro, porém, enquanto estiver no seu assento, deverá permanecer com os cintos.

Na sua primeira viagem de avião, é recomendado tomar um remédio contra enjoos, para evitar qualquer mal estar. Mas, se mesmo assim, você não se sentir bem durante o voo, há sacos plásticos disponíveis nos assentos à frente.

Outra dica é levar gomas de mascar. Isso porque, durante a decolagem e aterrissagem, muitas pessoas sentem um desconforto no ouvido devido à pressão do ar. Ao mascar, a pressão é equilibrada no ouvido interno e o incômodo é reduzido.

8. O que é turbulência?

Durante o voo, a aeronave poderá passar por turbulência. Mas isso é comum, então você não precisa se preocupar.

Turbulência é quando acontece um movimento irregular do fluxo de ar, gerando correntes para cima e para baixo, que causam o balanço do avião. 

As nuvens de chuva são as principais causadoras de turbulência. Em seu interior, há uma grande variação de pressão, o que faz com que o ar tenha sua velocidade variada e para todos os sentidos.

Existem três tipos de turbulência. A primeira é a turbulência mecânica, que é causada pelo fluxo de vento por meio de uma estrutura sólida, como prédios, montanhas, torres, entre outros. Neste caso, ela é prevista mais facilmente, por acontecer em regiões específicas.

A segunda é a chamada “esteira de turbulência”. Trata-se do efeito causado pelo próprio avião no momento da decolagem ou aterrissagem. As asas da aeronave formam redemoinhos, que podem afetar outros voos, principalmente de aviões menores. 

O último tipo é a turbulência térmica, que é causada pelas correntes de ar verticais, resultantes da diferença de temperatura entre o solo e o ar. Normalmente, isso acontece em regiões mais quentes, como desertos.

9. Fazer um primeiro voo direto, com escala ou com conexão?

Existem três tipos de voo em que um passageiro pode viajar: o voo direto, o voo com escala e o com conexão.

O voo direto, como o próprio nome diz, é um voo em que há apenas um trecho, ou seja, o seu voo sairá do ponto de partida e chegará ao destino diretamente, sem que haja necessidade de troca de aeronave. Para viagens nacionais, o mais comum é o voo direto.

Os voos com escala ocorrem quando a aeronave precisa fazer uma pausa antes de chegar no seu destino final. Geralmente, em destinos mais distantes, os voos com escala são utilizados, seja para fazer uma manutenção na aeronave ou para embarque de mais passageiros. Neste caso, os passageiros que já estão na aeronave não precisam desembarcar.

Já o voo com o conexão, semelhante ao voo com escala, acontece quando existe uma parada antes do destino final. A diferença é que, aqui, os passageiros precisam desembarcar e trocar de aeronave. 

Em alguns casos, não é preciso recolher a mala despachada para fazer um novo despacho e um novo check-in. Porém, em outros, é possível que isso seja preciso. Sendo assim, não deixe de se informar junto à companhia aérea com a qual você vai voar sobre o procedimento do seu voo com conexão.

Há casos, ainda, em que uma conexão de voo pode demorar horas para acontecer por conta dos próprios horários das aeronaves. Quando isso acontece, o passageiro pode sair do aeroporto – dependendo do país de conexão -, mas deve ficar atento ao horário de volta. Se ele perder o voo, terá que arcar com o custo de uma nova passagem.

Problemas com voo ou bagagem? Você pode ter direito a uma compensação!

A Voe Tranquilo atua buscando acordos administrativos direto com as companhias aéreas. Verifique se o seu caso dá direito a uma compensação clicando aqui.

10. O desembarque da sua primeira viagem de avião

O desembarque, que é a parte final da viagem, é a parte mais tranquila. Preste atenção e respeite todas as orientações dos colaboradores da companhia aérea. Assim, o seu desembarque será ainda melhor.

Se você tiver bagagem despachada, vá até a esteira indicada para pegar a sua mala. Tenha muita atenção no momento de identificar a sua bolsa, para não cometer nenhum engano. 

Além disso, em voos internacionais, você também terá que passar pelo processo de imigração, feito no próprio aeroporto. Serão feitas algumas perguntas sobre a sua estadia e, a partir da resposta, você poderá ou não entrar no país. Quando estiver na fila, separe os seus documentos de identificação e o passaporte, pois você pode precisar deles. 

Com essas dicas, esperamos que você esteja mais seguro e aproveite sua primeira viagem de avião! Acesse nosso blog para mais conteúdos como este e não deixe de nos seguir nas redes sociais!

Veja também!

Autorização de viagem para menor: saiba tudo aqui!

Cheguei atrasado no embarque e perdi meu voo: o que fazer?

Importante!

Esse texto tem caráter informativo e busca orientar consumidores sobre seus direitos. Somente um advogado é capaz de oferecer atendimento jurídico. Texto revisado por Renato Haidamous Rampazzo, cadastrado na OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), seção de São Paulo, sob o número 406.543.

Caso seja necessária alguma retificação desse conteúdo, por favor, entre em contato pelo e-mail [email protected]

Compartilhar

Compartilhar pelo WhatsApp Compartilhar pelo Facebook mail_outline
Coronavírus (COVID-19): Clique aqui para ver orientações close