Quanto custa para tirar o passaporte?

Quanto custa para tirar o passaporte?

Vai fazer sua primeira viagem internacional? Veja quanto custa para tirar o passaporte e conheça outros documentos necessários para este tipo de viagem!

Banner 728x90 Banner 300x100

Uma das perguntas mais comuns para o viajante que vai embarcar pela primeira vez para o exterior é “quanto custa para tirar o passaporte?”. O documento é uma das exigências para a maioria dos destinos internacionais, com exceção dos países que fazem parte do Mercosul, e a sua ausência pode ser um impedimento definitivo na sua viagem.

Para tirar o seu passaporte, é necessário ir, juntamente com os documentos exigidos, até o órgão responsável pela emissão do documento, que é a Polícia Federal. Além disso, é preciso pagar uma taxa para a sua emissão, assim como acontece no CPF e na segunda via do RG, por exemplo.

Vai viajar para fora do Brasil? Saiba quanto custa para tirar o passaporte e veja quais são os outros documentos que você pode precisar.

Quanto custa tirar o passaporte pela primeira vez?

Para tirar o passaporte pela primeira vez custa R$257,25. O pagamento deve ser feito por meio de um boleto bancário, chamado Guia de Recolhimento da União (GRU), e deve ser feito à vista.

Este boleto é emitido no próprio site da Polícia Federal. Após acessar o site e selecionar a opção de “Passaporte”, clique em “Iniciar” para preencher o formulário com os dados solicitados. Depois deste passo, você poderá emitir o boleto e fazer o pagamento.

É importante que você agende a visita ao posto físico da Polícia Federal apenas depois da compensação do pagamento do boleto. Normalmente, este tempo pode ser de 24 a 72 horas, em média.

Qual o preço para renovar o passaporte?

O passaporte de uma pessoa adulta tem validade de 10 anos, enquanto o de crianças e adolescentes pode ter de 1 a 5 anos. Sendo assim, passados esses prazos, é necessário renovar o documento.

O preço para tirar novamente o seu passaporte é R$257,25 o mesmo cobrado na primeira emissão. Além disso, vale saber que esse valor é válido tanto para a segunda emissão, quanto para a terceira, quarta, e assim por diante.

Para renovar o seu passaporte, é fundamental que você leve consigo, no agendamento presencial na Polícia Federal, o seu passaporte antigo. Caso você tenha sido roubado ou furtado, ou tenha perdido o documento, leve o Boletim de Ocorrência.

Sem um desses documentos, você terá que pagar uma taxa além da que é cobrada normalmente. O valor da taxa é de R$514,50. Neste caso, o pagamento do serviço totaliza R$771,75.

Qual o valor do passaporte emergencial ou de urgência?

Os passaportes emergencial e de urgência são passaportes feitos para quem não pode esperar o tempo normal que se leva para a emissão do documento – normalmente, só o prazo de entrega é de 6 dias úteis, sem considerar o prazo de compensação de pagamento e o tempo para agendar o atendimento físico. Em geral, é possível ter acesso ao passaporte emergencial em até 24 horas úteis, enquanto o prazo para o passaporte de urgência é 5 dias úteis.

O valor deste tipo de passaporte é R$334,42. Note que é mais caro do que a emissão do documento tradicional, exatamente pelo menor prazo de entrega.

Quem opta pelo passaporte de emergência deve saber que ele só é válido por 1 ano e não é aceito em todos os países. Além disso, ele também não é emitido para viagens a turismo ou em situações em que a comprovação seja apenas as passagens aéreas compradas e a reserva do hotel. Normalmente, ele é usado em questões profissionais e de saúde.

Já o passaporte de urgência possui a mesma validade do passaporte comum, sendo aceito em todos os países. Ele pode ser emitido para todos os tipos de urgência, inclusive turismo. De qualquer modo, a comprovação é necessária.

Quais são os outros documentos necessários para uma viagem internacional?

Além do passaporte, dependendo do seu destino, outros documentos são necessários, como vistos e certificados de vacinação.

Em alguns países da América do Sul, especificamente os que fazem parte do Mercosul, o passaporte não é necessário. Para turistas brasileiros, basta o RG para que o embarque seja liberado.

Fique atento! No Brasil, outros documentos são aceitos como documentos de identidade, como a CNH, por exemplo. No entanto, para embarcar para os países do Mercosul, deve-se apresentar o RG. CNH e outros documentos não são aceitos, mas somente o RG.

Em viagens para os Estados Unidos, o visto americano é exigido no momento do desembarque. Sem ele, o passageiro não consegue entrar no país onde desembarcou. O processo para a sua emissão pode ser um pouco demorado. Por isso, vale a pena se organizar com antecedência.

Há, ainda, o Certificado Internacional de Vacina, que é exigido em países como África do Sul, Austrália, Bolívia, entre outros. Normalmente, a vacina mais exigida é a de Febre Amarela, mas pode haver outras. Saiba mais sobre este documento nesta matéria.

Para dirigir no exterior, pode ser que você precise da Carteira de Motorista Internacional ou da Permissão Internacional para Dirigir (PID). Ela pode ser solicitada junto ao Detran do seu estado.

Em alguns países, você também pode ter que apresentar o comprovante de hospedagem, o seu dinheiro reservado para a viagem e a passagem de volta para o seu país de origem. Esses documentos normalmente são solicitados na imigração para provar que você não tem más intenções para com o país onde está tentando entrar.

Para mostrar os comprovantes de hospedagem e passagem de volta, basta imprimir os documentos e apresentá-los quando forem solicitados. Já o dinheiro, caso você não esteja com toda a quantia em espécie, é possível mostrar um extrato bancário atualizado e uma fatura do cartão de crédito com o limite de compra.

Por fim, algo que é altamente recomendável para alguns destinos e obrigatório em outros, é o seguro viagem. Sua principal função é garantir atendimento em urgências e emergências médicas ao segurado enquanto ele estiver no exterior. Saiba mais sobre como funciona o seguro viagem e onde ele é obrigatório nesta matéria.

Há alguns seguros que, além de cobertura de despesas médicas, também oferecem coberturas contra alguns problemas com voos, como o extravio de bagagem, perda de conexão e atraso e cancelamento de voo. Neste caso, o seguro é mais completo e garante uma experiência mais segura ao viajante.

Se você tiver algum problema com voo e o seu seguro não cobrir este tipo de situação, você pode contar com a ajuda da Voe Tranquilo! Somos uma empresa especializada em auxiliar o passageiro que teve seu voo atrasado ou cancelado, assim como aquele que perdeu sua conexão, teve sua bagagem extraviada ou foi vítima de overbooking.

Dependendo do seu caso, você pode ter direito a uma indenização. Preencha o nosso formulário e tenha uma avaliação gratuita do seu caso!

Quer saber mais sobre como podemos te ajudar? Entre em contato conosco pelo WhatsApp, (11) 96060-4053 (clique aqui para abrir a conversa), ou envie um e-mail para [email protected]

Veja também!

Imigração no aeroporto: como funciona e o que fazer para não ser barrado

Autorização de viagem para menor: saiba tudo aqui!

Importante!

Esse texto tem caráter informativo e busca orientar consumidores sobre seus direitos. Somente um advogado é capaz de oferecer atendimento jurídico.

Caso seja necessária alguma retificação desse conteúdo, por favor, entre em contato pelo e-mail [email protected]

Compartilhar

Compartilhar pelo WhatsApp Compartilhar pelo Facebook mail_outline
Coronavírus (COVID-19): Clique aqui para ver orientações close