Bagagem extraviada ou atrasada? 5 passos para resolver o problema

Bagagem extraviada ou atrasada? 5 passos para resolver o problema

Sua bagagem está extraviada ou atrasada? Saiba o que fazer em 5 passos com o infográfico preparado pela Voe Tranquilo!

Banner 728x90 Banner 300x100

Ter a bagagem extraviada ou atrasada pode ser um grande problema. Perder os seus pertences, principalmente aqueles de grande valor, é uma coisa que pode gerar um grande dano. 

Quando este tipo de situação acontece, você pode fazer um Boletim de Ocorrência (B.O.) e receber o valor estimado dos itens perdidos. Porém, alguns cuidados são necessários para que isso dê certo. 

Saiba agora 5 coisas que você precisa fazer caso tenha sua bagagem perdida ou atrasada!

5 passos para seguir em caso de bagagem extraviada, perdida ou atrasada

1) Peça o documento RIB

Assim que perceber a ausência da sua bagagem, procure a companhia aérea no desembarque e peça pelo documento chamado Registro de Irregularidade de Bagagem (RIB). Se você já saiu do aeroporto, entre em contato com a empresa e informe-se sobre como você pode emiti-lo.

Este documento é essencial para que o problema fique registrado e para que você consiga acompanhar a solução. Além disso, ele também será necessário caso você precise emitir um B.O..

2) Guarde o cartão de embarque

Guarde bem todos os comprovantes de sua passagem e malas embarcadas no avião. Mesmo com o RIB, eles podem ser úteis mais para frente. Tais documentos, inclusive, podem ser solicitados na própria emissão do RIB.

3) Guarde os recibos de todos os gastos

É direito do passageiro receber da empresa aérea o ressarcimento por gastos emergenciais pelo período em que estiver sem os seus pertences, desde que esteja fora do seu domicílio. Portanto, se você tiver qualquer gasto emergencial durante o tempo em que espera a sua mala chegar, não jogue fora os comprovantes, pois você será reembolsado.

4) A mala chegou faltando itens?

Caso a sua mala finalmente chegue, porém com itens faltando, registre um Boletim de Ocorrência declarando os pertences ausentes e o seu valor estimado. O BO poderá servir como prova. Nesta etapa, não deixe de levar o RIB e também os comprovantes da passagem e das malas que você levou.

5) Recupere o prejuízo

Após todo o ocorrido, você pode buscar a reparação ou reembolso da cia aérea por todas as despesas e aborrecimentos pelos quais passou por conta do extravio da bagagem. A princípio, a empresa precisa oferecer um valor (que varia de companhia para companhia) para que você utilize com compras de primeira necessidade. Porém, isso só acontece se você não estiver na cidade onde reside.

Você ainda pode receber uma indenização por danos materiais ou danos morais. Caso você receba sua mala no prazo correto – que é de 7 dias para voos nacionais e 21 dias para voos internacionais – e perceba que ela foi danificada, você tem direito à reparação.

O mesmo ocorre caso sua bagagem tenha chegado depois do prazo máximo, mesmo que em perfeitas condições, ou, pior, não tenha chegado de maneira alguma.

Em situações como essa, em que a bagagem é considerada perdida definitivamente, as empresas aéreas normalmente compensam seus clientes com milhas ou vouchers para utilização com serviços próprios.

Abaixo, confira o nosso infográfico, que traz de maneira resumida estes 5 passos essenciais para quem teve sua bagagem extraviada, perdida ou atrasada.

Infográfico O que fazer em caso de bagagem extraviada
Infográfico O que fazer em caso de bagagem extraviada

É possível evitar o extravio de bagagem?

Apesar de parecer um problema que está completamente fora do nosso controle, existem algumas coisas que podem ser feitas para evitar a perda de uma mala. Veja quais são!

1) Identifique a sua mala

Identificar a sua mala é importante para que ela se diferencie das demais. Você pode utilizar etiquetas com seu nome e contatos ou itens mais chamativos, como adesivos, lenços e chaveiros. Use cores que se destacam, a fim de realmente deixar sua bagagem diferente das demais, principalmente se ela for de um modelo muito comum.

2) Planeje a sua viagem

Quando estiver pesquisando as passagens aéreas, fique atento para saber se você terá que fazer uma conexão. Se esse for o caso, o mais recomendado é que você voe o trajeto inteiro com a mesma companhia. Isso reduz a sua chance de ter problemas com as bagagens.

3) Faça o check-in com antecedência

Quanto mais cedo você fizer o check-in, melhor. Quando você deixa para fazer o check-in muito próximo do voo, sua mala pode ser despachada de forma errada. Além disso, ela ainda corre o risco de não conseguir passar por todo o processo de despacho antes do seu avião decolar, o que acaba gerando um atraso.

4) Coloque um GPS na sua bagagem

Uma solução mais tecnológica é você instalar um GPS na sua bagagem. Com ele, você consegue acompanhar o trajeto que a sua mala percorre por meio de aplicativos de celular, SMS ou e-mails, e pode ficar sempre de olho nela.

5) Faça um seguro de bagagem

Apesar de não ser uma forma de evitar o extravio, o seguro de bagagem te dá mais segurança caso esse problema aconteça. Você pode escolher entre o seguro complementar e o seguro suplementar.

O complementar garante um complemento em dinheiro da indenização oferecida pela companhia aérea. Por exemplo: caso você tenha assinado uma apólice de R$ 3 mil e receba apenas R$ 2.500 da empresa aérea, o seguro paga os R$ 500 restantes.

Já o suplementar não considera os valores pagos pela companhia aérea, pagando integralmente o valor que consta na apólice. Vale saber que ele também é mais caro do que o anterior.

Veja também!

Seguro bagagem: entenda o que é e como funciona

Como evitar extravio de bagagem? Confira 4 dicas!

Importante!

Esse texto tem caráter informativo e busca orientar consumidores sobre seus direitos. Somente um advogado é capaz de oferecer atendimento jurídico. Texto revisado por Renato Haidamous Rampazzo, cadastrado na OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), seção de São Paulo, sob o número 406.543.

Caso seja necessária alguma retificação desse conteúdo, por favor, entre em contato pelo e-mail [email protected]

Compartilhar

Compartilhar pelo WhatsApp Compartilhar pelo Facebook mail_outline
Coronavírus (COVID-19): Clique aqui para ver orientações close