Voo cancelado ou atrasado: 5 passos para resolver a situação

Voo cancelado ou atrasado: 5 passos para resolver a situação

Voo cancelado ou atrasado? Saiba como resolver essa situação em 5 passos com o infográfico preparado pela Voe Tranquilo e conheça os seus direitos!

Banner 728x90 Banner 300x100

Ter um voo cancelado ou atrasado infelizmente pode acontecer com qualquer passageiro. São diversos os motivos que podem levar a essas situações, porém, nem sempre isso significa que você terá um grande prejuízo. Em um atraso ou até mesmo no cancelamento de um voo, a companhia aérea tem algumas obrigações para com os passageiros afetados. 

Seu voo atrasou ou, pior, foi cancelado? Veja abaixo 5 passos para dar nesta hora e conseguir contornar a situação!

5 passos para seguir em caso de voo cancelado ou atrasado

1) Fale com a companhia aérea

Primeiro, procure a companhia aérea no aeroporto ou por telefone. Pergunte aos funcionários o que a empresa pretende te oferecer. Peça também a Declaração de Contingência, na qual consta o motivo do atraso ou cancelamento do voo.

Lembre-se também de recolher as provas do que aconteceu. Não exclua ou jogue fora nenhum documento relativo à sua viagem, como as passagens ou os e-mails recebidos pela cia aérea no momento da compra. 

Além disso, procure registrar de alguma forma o atendimento que a empresa prestou. Caso você tenha falado com um atendente de forma presencial, você pode fazer uma gravação de voz ou vídeo. Já se você fez o contato por telefone, não esqueça de anotar o protocolo, as informações passadas e o nome de quem te atendeu.

Por último, vale a pena tirar uma foto do painel do aeroporto. Nele estão as informações sobre o voo, bem como sobre o seu atraso ou cancelamento.

2) Tente obter uma reacomodação

Para chegar ao seu destino, tente obter da cia aérea a sua reacomodação para outro voo mais rápido, sem custos adicionais. Mencione todas as suas conexões até o destino final.

Vale saber que essa reacomodação é seu direito como passageiro quando há o atraso ou o cancelamento do voo. Neste caso, a companhia pode tanto te oferecer um assento no seu próximo voo para o mesmo destino, ou ainda no voo de outra cia aérea. E tudo isso sem cobrar. 

3) Reivindique sua assistência material

A companhia aérea é obrigada a te oferecer uma assistência material, que varia conforme o tempo de atraso do voo. Entenda abaixo:

  • A partir de 1 hora de atraso: a companhia deve fornecer facilidades de comunicação, como acesso à internet e a telefonemas;
  • A partir de 2 horas de atraso: o passageiro deve receber formas de alimentação. Neste caso, a empresa pode oferecer lanches e bebidas, ou até vouchers para consumo no aeroporto;
  • A partir de 4 horas de atraso: com este tempo, o passageiro tem direito a hospedagem e a transporte do aeroporto para o local de hospedagem e vice-versa, a menos que ele esteja em sua cidade de residência. Ele também pode escolher entre a reacomodação e reembolso integral.

Sendo assim, fique de olho no relógio e exija os seus direitos.

4) Ainda no aeroporto? Busque a ANAC

Não teve seus direitos atendidos? Busque o escritório da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), onde é possível apresentar uma queixa. Você também pode fazer isso por telefone. 

Nesta hora, é bom que você tenha os documentos que provam o atraso ou cancelamento do voo, mesmo que digitais, e os apresente.

5) Recupere o prejuízo

Após todo o ocorrido, você pode buscar a reparação ou o reembolso da cia aérea por todas as despesas e aborrecimentos pelos quais passou por conta do atraso ou cancelamento. No Brasil, não existe um valor estabelecido para esta indenização. Ele pode variar conforme a situação, além de depender também do que você aceitar da companhia aérea.

Abaixo, confira o nosso infográfico, que traz de maneira resumida estes 5 passos essenciais para quem teve o seu voo cancelado ou atrasado.

Infográfico O que fazer em caso de voo atrasado e voo cancelado

Por que um voo pode atrasar ou ser cancelado?

O atraso ou cancelamento de um voo pode acontecer por diversas razões. Saiba quais são algumas delas.

1) Manutenção não programada na aeronave

É comum que os aviões passem por revisões regulares, que garantem a segurança e a integridade dos voos. Porém, pode acontecer da aeronave exigir um reparo que não foi previsto. Assim, isso gera um atraso, ou ainda pode gerar o próprio cancelamento do voo em casos mais graves.

2) Excesso de tráfego aéreo

Assim como existe o excesso de automóveis nas vias terrestres, pode ser que haja muitos aviões em viagem. Neste caso, o aeroporto pode não ter estrutura suficiente para receber uma grande quantidade de aeronaves, podendo causar um atraso em determinado voo.

3) Problemas com a tripulação

Algumas vezes, os profissionais que integram a tripulação do avião podem estar ausentes ou atrasados, o que também acaba por gerar o atraso no voo. É essencial que toda a tripulação esteja completa para o avião decolar e, assim, é preciso aguardar até que todos os integrantes estejam presentes.

4) Mau tempo ou desastres naturais

Essas são situações que fogem do controle da companhia aérea, mas que também dão direito às compensações quando acontecem. O mau tempo, como neve e tempestades, pode causar o atraso ou ainda o cancelamento de voos. Além disso, desastres naturais também podem afetar as viagens, como vulcões em erupção e furacões, por exemplo.

5) Ocupação dos voos

Por fim, a companhia aérea pode remarcar o voo caso ele não tenha atingido o número suficiente de passageiros. Neste caso, a empresa se responsabiliza pela realocação dos clientes no próximo voo, causando um atraso. 

Isso também acontece quando o voo está muito cheio. Como são muitos passageiros, o embarque e desembarque podem levar mais tempo do que o usual.

Teve algum problema com voo? Dependendo da sua situação, você pode receber uma indenização. Nós, da Voe Tranquilo, somos especialistas em auxiliar o passageiro que teve seu voo atrasado, cancelado, ou que tenha passado por outro tipo de problema com voos.

Preencha o nosso formulário online para ter uma avaliação gratuita do seu caso!

Veja também!

Cancelamento e reembolso de passagem aérea: conheça seus direitos

Viajar com animal de estimação no avião: quais as regras?

Importante!

Esse texto tem caráter informativo e busca orientar consumidores sobre seus direitos. Somente um advogado é capaz de oferecer atendimento jurídico.

Caso seja necessária alguma retificação desse conteúdo, por favor, entre em contato pelo e-mail [email protected]

Compartilhar

Compartilhar pelo WhatsApp Compartilhar pelo Facebook mail_outline
Coronavírus (COVID-19): Clique aqui para ver orientações close