Dá para viajar só com a mala de mão?

Dá para viajar só com a mala de mão?

Viajar só com a mala de mão é mais barato e reduz as chances de se ter um extravio de bagagem. Veja 8 dicas para viajar desta forma.

Banner 728x90 Banner 300x100

Viajar só com a mala de mão tem sido o desafio de alguns viajantes. Existem diferentes razões para optar por ter somente este tipo de bagagem: pagar um valor menor na tarifa da passagem aérea, evitar o extravio de bagagem ou situações semelhantes, ter uma quantidade menor de malas para carregar, entre outras.

Embora pareça algo difícil, não é impossível. Principalmente considerando o tempo da sua viagem, viajar sem uma mala despachada e só com uma mala de mão é até melhor. Em viagens mais longas, por sua vez, a escolha e organização dos pertences dentro da bagagem é fundamental para que apenas 10 kg de bagagem sejam o suficiente.

Vai fazer uma viagem de avião? Saiba o que fazer para conseguir concentrar seus pertences apenas na bagagem de mão e, ainda assim, ter uma viagem confortável!

O que é considerado bagagem de mão?

Podemos dividir a bagagem de mão em dois itens. Um deles é uma mala maior, que deve ir no compartimento superior da cabine do avião, o mesmo que fica sobre os assentos dos passageiros. O outro item, também chamado de artigo pessoal, pode ser uma bolsa, mochila ou algo semelhante.

Assim como a bagagem despachada, os dois itens da bagagem de mão possuem peso e tamanho máximos que são permitidos. É fundamental que você saiba quais são essas medidas, para não correr o risco de ter que pagar para despachar a sua mala.

A maior bagagem de mão pode ter 25 cm de comprimento, por 35 cm de largura e 55 cm de altura, no máximo, incluindo alças, bolsos e rodinhas. Esta medida deve ser respeitada, inclusive, para que a mala caiba corretamente no compartimento onde será transportada durante a viagem. Além disso, o seu peso não pode superar 10 kg.

Já o artigo pessoal pode ter 20 cm de comprimento, por 35 cm de largura e 40 cm de altura, no máximo, incluindo alças, bolsos e rodinhas. Esta bolsa, por sua vez, deverá ser guardada embaixo do assento dianteiro, ou seja, na poltrona à frente da sua.

Dimensoes-mala2

Como viajar só a com mala de mão?

Desde 2017, as companhias aéreas não são mais obrigadas a oferecem o despacho gratuito de bagagens aos seus passageiros. Sendo assim, o viajante que quiser ter uma ou mais bagagens além da de mão, deve pagar a mais.

Este valor pode tanto estar incluso na tarifa da passagem – que será maior – como ser cobrado à parte caso o passageiro opte pela tarifa mais barata.

Num cenário como este, viajar só com a mala de mão, além de te dispensar da fila para despachar a bagagem, pode representar uma boa economia, uma vez que, dependendo da companhia aérea responsável pelo seu voo, você pode pagar até R$ 140 por bagagem despachada, sem considerar o excesso de peso.

Por mais difícil que possa parecer, viajar só com a mala de mão é possível. Porém, você precisará de organização e terá que abrir mão de algumas coisas, como levar muitas peças de roupas e calçados. Confira algumas dicas.

1. Leve roupas básicas e curingas

Podemos dizer que o que mais se leva nas bagagens normalmente são as roupas. Sabendo disso, é essencial que exista um critério especial na escolha das roupas, para que o mínimo de espaço possível seja ocupado.

Uma boa dica, neste caso, é optar por roupas básicas, que você possa usar mais de uma vez – a depender das condições, claro – e que combine com o restante das peças.

Ao levar roupas que combinam entre si, você consegue ter mais combinações sem precisar levar tantas peças assim. Além disso, as roupas consideradas curingas permitem que você as use em qualquer ocasião, tanto em ambientes mais finos, como em situações mais descontraídas.

O mesmo é válido para os calçados. Dependendo da sua viagem, você pode levar apenas um par de tênis e um par de chinelos, enquanto ainda é possível levar uma sandália ou sapatilha mais simples, que ocupem um espaço pequeno na sua bagagem.

2. Use kits de viagem

Os kits de viagem são ótimos para economizar espaço na mala de mão. Principalmente na organização de itens de higiene pessoal, eles são uma mão na roda, uma vez que permitem o transporte de produtos de frascos enormes em frascos bem pequenos.

Nas próprias lojas de cosméticos é possível encontrar jogos completos para o transporte de produtos como shampoo, condicionador, creme para cabelo, protetor solar, creme hidratante, sabonete líquido e outros.

Eles ainda vêm em uma bolsinha que é perfeita para carregar os frasquinhos, que devem, obrigatoriamente, ser transportados em uma embalagem plástica transparente vedada, com capacidade máxima de 1 litro e com dimensões de 20 cm por 20 cm, de acordo com as regras sobre líquidos em bagagens de mão.

Além desses kits, você ainda pode utilizar as versões pequenas de alguns objetos e produtos. Há secadores de cabelo dobráveis, ideais para serem levados em bolsas, assim como algumas maquiagens e medicamentos que são feitos em tamanho reduzido, exatamente para serem transportados em nécessaires.

3. Leve o casaco mais pesado na mão

Roupas e calçados mais pesados costumam ocupar um espaço maior na bagagem de mão. Por isso, se possível, escolha levá-los junto com você dentro da cabine.

Por mais que o tempo esteja quente e você não precise de uma blusa mais grossa, você economiza um bom espaço dentro da sua mala e ainda pode usar a vestimenta como travesseiro. Além disso, caso esteja frio no seu local de destino, você já não precisa abrir a sua mala para pegar um casaco depois de desembarcar.

4. Aposte em acessórios versáteis

Para muitas pessoas, acessórios são coisas que não podem faltar em uma viagem. Itens como bijuterias, cintos, chapéus, lenços e outros podem ser levados em pequenas quantidades e utilizados mais de uma vez.

Ao invés de levar diversos cintos que só combinam com determinadas roupas, considere levar um único cinto que possa ser usado com várias combinações. O mesmo é válido para pares de brincos, colares, pulseiras e outros acessórios.

5. Dê atenção aos tecidos das roupas

Além de escolher as suas roupas de acordo com estilos e cores, dê uma atenção especial aos seus tecidos. Existem tecidos que são mais sensíveis ao dobrar, enquanto há aqueles que são bem mais flexíveis e não amassam com tanta facilidade.

Sendo assim, dê preferência a tecidos mais maleáveis, mais compactos e que combinem com a sua viagem. Exemplos de tecidos assim são malha, nylon, poliéster, neoprene, cashmere e jeans.

6. Tenha bolsas a vácuo

As bolsas a vácuo são ótimas para reduzir o volume de certas peças de roupa. Principalmente em viagens cujo destino tem um clima mais frio, as roupas costumam ser mais volumosas. Utilizando as bolsas a vácuo, esse volume pode ser reduzido, dando espaço para outros objetos necessários.

7. Escolha uma boa mala de mão

Não é só a escolha do que vai dentro da sua bagagem que pode te ajudar a viajar só com a mala de mão, mas a escolha da própria bolsa que você usará. Opte por uma mala leve com um bom espaço interno.

Lembre-se de que você só pode levar 10 kg na sua bagagem. Sendo assim, quanto mais pesada for a sua mala, menos bagagem você pode levar, uma vez que a própria mala já está ocupando uma parte do peso.

É possível escolher entre as malas de tecido e as malas duras. As de tecido normalmente são mais leves e mais maleáveis, porém não possuem uma limpeza tão fácil, além de não serem tão resistentes ao impacto e à umidade.

As malas duras, por sua vez, possuem este tipo de resistência, o que permite o transporte de objetos mais delicados com maior segurança, ao mesmo tempo em que costumam ser mais pesadas.

8. Tenha cuidado com a organização da bagagem

Por fim, vale a pena dedicar um tempo especial para a organização da sua mala de mão. Evite jogar todos os pertences de qualquer jeito, mas procure encaixar cada item em cada espaço, para conseguir aproveitar cada canto.

Dobre suas roupas de maneira estratégica – algumas pessoas apostam em rolinhos para ter mais espaço – e use nécessaires para ajudar na separação das roupas e pertences.

Não esqueça que você ainda tem direito a uma outra bolsa como artigo pessoal. Você pode utilizar essa bolsa, que pode ser uma mochila, por exemplo, para levar itens de higiene pessoal, objetos de valor, joias e bijuterias, entre outras coisas.

Diferente da bagagem de mão que fica acima dos assentos, esta bolsa fica o tempo inteiro com você – mesmo ficando na parte de baixo da poltrona da frente.

Quais os benefícios em fazer uma viagem só com a bagagem de mão?

Fazer uma viagem só com a bagagem de mão tem seus benefícios. Apesar de todo o cuidado necessário para não extrapolar o limite de peso e da limitação na escolha de roupas e de outros objetos a serem levados, não ter uma mala despachada tem pontos positivos.

O primeiro deles é, sem dúvida, a economia. Passagens aéreas que dão direito a uma bagagem despachada são mais caras do que aquelas que só têm a bagagem de mão incluída.

Ainda é possível ter uma bagagem despachada comprando a passagem aérea da tarifa mais barata, porém, é preciso pagar à parte o valor cobrado por cada mala de 23 kg. De qualquer maneira, você terá que pagar a mais para ter direito à uma mala que não seja a de mão.

Outro benefício é a quantidade de coisas que você terá que carregar durante o seu trajeto entre o aeroporto e seu local de hospedagem. Só com a bagagem de mão, você mesmo consegue carregar todos os seus pertences, o que facilita muito, principalmente quando não há ninguém por perto para te ajudar.

Além disso, você terá menos coisas para organizar quando estiver indo ou voltando da sua viagem. No lugar de várias malas, você terá apenas a bagagem de mão e o seu artigo pessoal para arrumar, levando menos tempo para deixar tudo pronto.

Mais uma vantagem é que você não precisa enfrentar uma fila para despachar sua bagagem. Essa parte fica ainda melhor quando você opta pelo check-in online, pois, desta forma, basta chegar ao aeroporto e ir direto para a área de embarque.

O mesmo acontece no desembarque – não é necessário ficar aguardando sua bagagem na esteira e correr o risco de ter seus pertences levados por outro passageiro.

Por fim, o último benefício em viajar só com a mala de mão é que as chances de você sofrer um extravio de bagagem são praticamente zero. Infelizmente, qualquer pessoa que despacha a sua bagagem pode ter este tipo de problema, o que não acontece com quem viaja só com a bagagem de mão.

Uma vez que as malas ficam o tempo todo com você, o risco de se ter algum problema como furto ou roubo é bem menor.

Em todo caso, mesmo se você viajar só com a mala de mão, mas ainda tiver algum problema com sua bagagem ou até mesmo com seu voo, você pode contar com a ajuda da Voe Tranquilo.

Somos uma empresa especializada em auxiliar o passageiro que teve seu voo atrasado ou cancelado, assim como aquele que perdeu sua conexão, foi vítima de overbooking ou, infelizmente, teve sua bagagem extraviada.

Dependendo do seu caso, você pode ter direito a uma indenização. Preencha o nosso formulário e tenha uma avaliação gratuita do seu caso!

Quer saber mais sobre como podemos te ajudar? Entre em contato conosco pelo WhatsApp, (11) 96060-4053 (clique aqui para abrir a conversa), ou envie um e-mail para [email protected]

Veja também!

Seguro bagagem: entenda o que é e como funciona

Como evitar o extravio de bagagem? Confira 4 dicas!

Importante!

Esse texto tem caráter informativo e busca orientar consumidores sobre seus direitos. Somente um advogado é capaz de oferecer atendimento jurídico.

Caso seja necessária alguma retificação desse conteúdo, por favor, entre em contato pelo e-mail [email protected]

Compartilhar

Compartilhar pelo WhatsApp Compartilhar pelo Facebook mail_outline
Coronavírus (COVID-19): Clique aqui para ver orientações close