Como registrar uma reclamação no consumidor.gov.br de problemas em viagens aéreas

Como registrar uma reclamação no consumidor.gov.br de problemas em viagens aéreas

Passou por problemas com companhia aérea ou agência de viagens? Saiba como registrar uma reclamação no site consumidor.gov.br para ter uma solução!

Banner 728x90 Banner 300x100

Ao se deparar com um problema em uma viagem aérea, uma das alternativas dos passageiros é registrar uma reclamação no consumidor.gov.br contra a companhia aérea. A plataforma é um dos meios de prestar uma queixa contra a empresa responsável pelo voo, que terá até 7 dias, em média, para dar uma resposta.

Quantas vezes você esteve em viagem e ficou sem amparo para solucionar um problema com uma companhia aérea ou agência de viagens? Sendo a parte mais frágil dessa relação, é comum que o consumidor acabe deixando de reclamar das falhas da empresa, simplesmente por acreditar que não terá a solução esperada.

Porém, alguns problemas com voos não podem ser esquecidos e precisam ser resolvidos. Casos em que a passagem deve ser cancelada ou remarcada, por exemplo, devem ser solucionados o quanto antes, para evitar que os transtornos se multipliquem. 

Pensando nisso, criamos um passo a passo para te ajudar a registrar a sua reclamação no consumidor.gov.br e ir atrás dos seus direitos de forma simples. Boa leitura!

Passo a passo para registrar sua reclamação no consumidor.gov.br

Você pode registrar a sua queixa no site de maneira fácil e rápida, seguindo apenas 5 passos. Veja como fazer e acompanhe a negociação do seu pedido sem preocupação.

1. Acesse o site consumidor.gov.br

O primeiro passo é acessar o site consumidor.gov.br e digitar o nome da empresa que vai receber a reclamação. Você só conseguirá registrar a queixa se a empresa estiver cadastrada na plataforma.

2. Cadastre-se no site consumidor.gov.br

Depois de confirmar o cadastro da empresa na plataforma, é hora de você se cadastrar para conseguir, de fato, fazer a reclamação. Sendo assim, clique na opção “Cadastrar”, no canto superior direito da tela, e preencha os campos do cadastro corretamente, com atenção especial para o e-mail e o telefone – a empresa pode usá-los para entrar em contato com você.

Após a confirmação do seu cadastro, procure pelo nome da empresa novamente, clique sobre ela e, depois, selecione a opção “Registrar Reclamação”. Para registrar a sua reclamação, você deverá completar todos os campos com as informações que serão solicitadas, de acordo com o seu problema.

Se você já tiver uma reclamação anterior relacionada com a atual, será preciso fazer um pequeno relato da última queixa no campo “Descrição da Reclamação”, incluindo também o número do protocolo.

Fique atento, pois novas reclamações relacionadas às que já foram registradas só serão mantidas caso exista um novo fato. Caso contrário, a nova reclamação pode ser cancelada por duplicidade.

3. Descreva o problema com a companhia aérea ou agência de viagens

Após preencher as informações sobre o ramo de atuação da empresa e o tipo de serviço contratado, escreva detalhadamente o seu problema. Especifique se deseja remarcar a sua viagem para outra data ou se prefere ter o reembolso do valor pago nas passagens aéreas.

A plataforma oferece alguns modelos que podem te orientar na formulação da queixa. Assim, você pode usá-los ou escrever da sua maneira. Nós também preparamos um modelo que pode ser facilmente adaptado para o seu caso. Veja abaixo.

Modelo para descrição do problema com a companhia aérea no consumidor.gov.br

“Gostaria de lhes propor um acordo em relação ao [escreva aqui o problema aéreo que você sofreu] no voo [código do voo], ocorrido no dia [data], sendo o localizador de número [coloque o número do seu localizador aqui].”

[Descreva o problema].

4. Descreva o pedido de acordo com a companhia aérea ou agência de viagens

No campo “Descreva seu pedido à empresa”, é importante registrar tudo o que for necessário.

Dica: se você tiver notas fiscais ou comprovantes de gastos que foram realizados em meio aos problemas com o voo, anexe-os logo após detalhar o seu caso, clicando em “Adicionar arquivos”.

Nessa etapa, você pode usar o modelo abaixo:

“Em razão de todo o ocorrido é que se propõe a realização deste acordo extrajudicial para solicitar [escreva se deseja a remarcação da viagem ou o reembolso das passagens aéreas], a fim de compensar todos os transtornos sofridos.”

5. Conclua o pedido e anote o protocolo

Ao concluir o seu pedido e registrar a sua reclamação, lembre-se de guardar o número do protocolo e de consultar o andamento da sua solicitação.

Problemas com voo ou bagagem? Você pode ter direito a uma compensação!

A Voe Tranquilo atua buscando acordos administrativos direto com as companhias aéreas. Verifique se o seu caso dá direito a uma compensação clicando aqui.

Para que serve o consumidor.gov.br?

A plataforma consumidor.gov.br é uma ferramenta que está ao lado do consumidor na busca pela solução amigável de problemas que atingem a relação entre a empresa e o cliente.

Com a supervisão da Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor), do Ministério da Justiça, do Procon, do Ministério Público e de defensorias, o site opera de maneira simples e sem burocracia, garantindo facilidade para o passageiro que foi vítima de um problema na sua viagem aérea no processo de registrar a reclamação devida.

O consumidor.gov.br é um serviço público que, de modo eficiente, conecta clientes, empresas e o Estado para garantir soluções práticas em defesa do direito do consumidor. Com ele, as empresas que receberam as queixas têm, em média, 7 dias para dar uma resposta. Assim, além de praticidade, ele também oferece rapidez na solução do problema.

Quer saber sobre seus direitos em viagens aéreas e como evitar problemas? Confira nosso conteúdo sobre direito do passageiro de avião.

Veja também!

Voo cancelado: conheça seus direitos e saiba como agir

Bagagem extraviada: saiba o que fazer e conheça os seus direitos

Importante!

Esse texto tem caráter informativo e busca orientar consumidores sobre seus direitos. Somente um advogado é capaz de oferecer atendimento jurídico. Texto revisado por Renato Haidamous Rampazzo, cadastrado na OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), seção de São Paulo, sob o número 406.543.

Caso seja necessária alguma retificação desse conteúdo, por favor, entre em contato pelo e-mail [email protected]

Compartilhar

Compartilhar pelo WhatsApp Compartilhar pelo Facebook mail_outline
Coronavírus (COVID-19): Clique aqui para ver orientações close